quarta-feira, 21 de novembro de 2007

o futuro tá aí.. e agora?

Tudo começou quatro anos atrás, quando eu tinha que escolher o que fazer para o vestibular. Pensei em fazer bacharelado em matemática, mas ai me veio à cabeça, o que diabos eu vou fazer com matemática? Vontade de ser professora eu não tenho, muito menos vocação. Foi aí que conversando com um amigo que fazia computação, ele me falou que computação tinha muita matemática, pouca física e nenhuma química, e que com computação, eu poderia fazer as coisas mais práticas que eu tanto queria. Bingo! Resolvi fazer ciência da computação. Passei no vestibular, entrei no curso e gostei... Muitas cadeiras interessantes (principalmente as envolvendo matemática, programação ou informática teórica), algumas nem tão interessantes assim (engenharia de software)... E aí eu acabei o quinto período, acabei as disciplinas obrigatórias. E agora? Para que área eu vou? Vontade não me falta de ficar estudando mais para a área de informática teórica, matemática computacional, e quem sabe até puxar um pouco para a área de teoria dos números (que comecei a me interessar depois de ler O Último Teorema de Fermat, que comentarei outro dia, quem sabe, nesse blog). Mas aí vem novamente a pergunta: o que eu vou fazer da minha vida com isso? Deve ter alguma empresa por aí que precise de gente com conhecimento nessa área, mas qual? Não sei muito bem se as empresas que eu sempre tive interesse de trabalhar precisam disso... E aí é que fica a dúvida. Cada dia, eu acordo com um pensamento diferente, com vontade de fazer uma coisa diferente. O que será que eu vou ter vontade de fazer amanhã?

2 comentários:

Xosé Manuel Carreira disse...

Há áreas bastante bem pagas na Europa e nos EUA que têm muito a ver com a matemática: a análise de riscos em investimentos e seguros e a toma de decissões em logística. Sorte.

Lailah disse...

Eu fiz a mesma opção, e me pergunto sempre se é isso que eu realmente quero! Esse curso na realidade detonou comigo! aheuhaiuheaiuh
mas que sabe do futuro??
Beijos